Monthly Archives: setembro de 2018

1 post

Como o coaching pode te ajudar a fazer a transição para o pensamento de futuro.

Transição e evolução

A transição para o futuro precisa ser construída agora. Hoje mesmo vi duas postagens no Instagram sobre uma tendência de futuro, aonde não existe chefe e que a liberdade vem recheada de muita responsabilidade. Essa ideia me parece fascinante. Ao mesmo tempo que você pode trabalhar com o que gosta, pode também estar em lugares aos quais não imaginaria estar, nem em seus mais belos sonhos. Mas fica uma pergunta: esse estilo de vida é para todo mundo?

Sim e não. Todos nós sofreremos mudanças.  Podemos escolher entre sermos pegos pela correnteza de mudanças ou podemos treinar a modificar nossa forma de pensar e agir. E para isso é preciso estar preparado. A liberdade já está mudando a sua forma. Caberá a cada um gerar a capacidade de se desenvolver. Os seus resultados dependerão de como e quando você desenvolve suas habilidades.  Isso será a nova liberdade.

 

 

Como será o futuro do futuro?

Venho trabalhando há anos com desenvolvimento humano e acredito que pessoas tem semelhanças de comportamento, mas também possuem muitas diferenças. Perfis, histórias e personalidades me dizem que nem todos querem ser tão livres e romper com o estilo de vida. A mudança é mais individual e muito lenta comparado aqueles que já fizeram a transição. Outro fator é: esse estilo de vida serve muito para os jovens, aqueles que estão começando a vida e querem (e vão) adquirir bagagem. Essa bagagem será cheia de experiências, relacionamentos, novidade e muita ousadia. Mas será o objeto de desejo destes mesmos jovens quando passarem dos 50?

A resposta passa pela reformulação de que a idade não é mais um indicador de comportamento ousado. Aliado a isso surge a necessidade de perceber, administrar e criar formas de relações humanas. Conseguir equilibrar essas variáveis é uma habilidade necessária a ser adquirida.

Fazendo a preparação e gestão

No futuro, muitas profissões deixarão de existir. Seremos livres para mudar de carreira sempre que desejarmos, e cada um será reconhecido por aquilo que faz. Essa ideia me parece maravilhosa.

E para que isso dê certo, o que ainda é preciso mudar? O que é preciso desenvolver nas pessoas para que possam gerar uma experiência positiva, um depoimento a favor desse estilo de vida /comportamento, que faça cada vez mais pessoas acreditarem que ele é possível?

Então, como resultado deste cenário percebemos a necessidade de um profissional que possa acompanhar a mudança de cada um e ou do grupo, fazendo a gestão e monitorando essa transição. Queremos que todos possam mudar e evoluir com a mente e corpo saudáveis. Desenvolvemos então uma solução que estará sempre em constante evolução.

Venha conversar comigo!