Categoria neurociências

1 post

Criatividade, fator determinante no futuro?

Nise da Silveira e a criatividade

“Todo mundo deve inventar alguma coisa, a criatividade reúne em si várias funções psicológicas importantes para a reestruturação da psique. O que cura, fundamentalmente, é o estímulo à criatividade.” – Dra. Nise da Silveira

Nise da Silveira foi uma psiquiatra brasileira aluna de Carl Jung. Conhecida por abordar arte como instrumento de trabalho e introduzir os animais como co-terapeutas, aprofundou-se nos estudos em pacientes com esquizofrenia. Descobriu então que a produção da arte fazia com que os paciente conseguissem se organizar internamente. Desta forma, o resultado produzido na tela era uma comunicação deles com o mundo exterior. No início, eram rabiscos que com o tempo evoluíam para imagens do consciente coletivo.

os 12 pares de nervos cranianos com criatividade

Criatividade e neurociências

Muitos fatores podem estar associados à criatividade no cérebro. O que já se descobriu é que ela e o foco são resultados de comportamentos vindos de sistemas diferentes e muitas vezes opostos. No entanto, para uma ideia ser criativa é preciso que estes sistemas trabalhem de forma complementar. De forma prática, ao mesmo tempo que seu cérebro reconhece e tem uma ideia “fora do padrão”, ele aciona também a função executiva selecionando ideias que de fato servem para alguma coisa.

Vídeo: Antônio Damásio fala sobre criatividade como a capacidade de representação de memórias.

Criatividade e o futuro

Segundo especialistas que vêm estudando o futuro das profissões, os trabalhos que serão feitos por robôs são aqueles mais adaptável à automação. Parece que quanto mais técnica a atividade, mais a tecnologia pode realizá-la. Em outras palavras, as máquinas trabalham com aplicações táticas.

Por outro lado, as profissões do futuro são aquelas que demandam um alto grau de imaginação, análise criativa e, acima de tudo, o pensamento estratégico. Estas são mais difíceis de automatizar.

Atelier  Humano e Desenvolvimento Humano

A criatividade não é só para os criativos. Na casa, pode-se trabalhá-la através da mistura de pensamentos complementares, seja como caminho para auto-organização interna, como também o foco e o desenvolvimento das funções executivas, através do coaching e perfil comportamental.

Antecipar e preparar pessoas para o futuro, e é a essência do Atelier Humano.