Categoria neurociências

2 posts

Pensamento Positivo – Funciona?

Acreditar que algo dará certo, mesmo que as evidências não aponte para esse caminho é conhecido como pensamento positivo. Em outras palavras, pensar em cenários positivos ao invés de pensar nas falhas e fracassos.

Neste artigo vou abordar sobre os motivos para se ter pensamento positivo, ponderações e também um pouco sobre como essa técnica funciona.

Como funciona o Pensamento Positivo

No Coaching o pensamento positivo é usado como um meio de ajudar seu cliente a ter mais chances de obter sucesso. Vendo o pensamento positivo como uma técnica, nos distanciamos das opiniões pessoais e podemos ver de maneira mais objetiva seu funcionamento.

Aquilo que pensamos direciona nosso foco. Se pensamos que as coisas acontecerão da melhor maneira, focaremos nos acertos e possibilidades.

Desta forma temos mais chances de nos mantermos motivados, além de enxergar possibilidades pouco visíveis. Entretanto, quando temos um pensamento mais pessimista, tendemos a ter pouca energia para ação e também pouco esforço em possibilidades que demonstram pouca chance de sucesso.

Como praticar o Pensamento Positivo

A maneira mais simples de praticar o pensamento positivo começa ao conscientizar-se de uma meta pessoal, seja esta meta de qualquer área da vida. Caso você já tenha feito coaching, já saberá como traçar metas de maneira eficiente.

Com esta meta em mente, imagine o dia em que será conquistada. Pense nos detalhes das imagens, sons e sentimentos envolvidos. Torne-os mais nítidos e imagine-se entrando na cena como se estivesse vivendo-a neste momento.

Faça esse exercício ao mínimo uma vez por dia. Depois, no decorrer do dia, lembre-se de reforçar o pensamento de que isso é possível e que você já está no caminho certo.

Ponderações

Guiadas por visões exageradas sobre o pensamento positivo, muitas pessoas pensam que esta técnica é na realidade uma espécie de mágica. Lembre-se que o pensamento positivo não irá garantir o seu sucesso.

Ele ajudará a aprimorar sua consciência para possibilidades e afiar seu cérebro para criar estados de recursos positivos, entretanto, o esforço, planejamento e todas as outras etapas do trabalho dependem do seu próprio empenho.

Também é importante lembrar que pensar positivamente não significa ser ingênuo ou fingir que riscos não existem.

As pessoas mais bem sucedidas do mundo acreditam na importância de “correr riscos calculados”. Ou seja, planeje seu caminho, peça ajuda para um profissional, como um coach, para te ajudar a ver os diversos aspectos da sua meta.

Conclusão

É impossível dar o máximo de si sem pensar positivamente, portanto, o pensamento positivo é uma maneira inteligente de aumentar suas chances de sucesso. Que tal compartilhar este artigo com alguém que poderia se beneficiar também?

Criatividade, fator determinante no futuro?

Nise da Silveira e a criatividade

“Todo mundo deve inventar alguma coisa, a criatividade reúne em si várias funções psicológicas importantes para a reestruturação da psique. O que cura, fundamentalmente, é o estímulo à criatividade.” – Dra. Nise da Silveira

Nise da Silveira foi uma psiquiatra brasileira aluna de Carl Jung. Conhecida por abordar arte como instrumento de trabalho e introduzir os animais como co-terapeutas, aprofundou-se nos estudos em pacientes com esquizofrenia. Descobriu então que a produção da arte fazia com que os paciente conseguissem se organizar internamente. Desta forma, o resultado produzido na tela era uma comunicação deles com o mundo exterior. No início, eram rabiscos que com o tempo evoluíam para imagens do consciente coletivo.

os 12 pares de nervos cranianos com criatividade

Criatividade e neurociências

Muitos fatores podem estar associados à criatividade no cérebro. O que já se descobriu é que ela e o foco são resultados de comportamentos vindos de sistemas diferentes e muitas vezes opostos. No entanto, para uma ideia ser criativa é preciso que estes sistemas trabalhem de forma complementar. De forma prática, ao mesmo tempo que seu cérebro reconhece e tem uma ideia “fora do padrão”, ele aciona também a função executiva selecionando ideias que de fato servem para alguma coisa.

Vídeo: Antônio Damásio fala sobre criatividade como a capacidade de representação de memórias.

Criatividade e o futuro

Segundo especialistas que vêm estudando o futuro das profissões, os trabalhos que serão feitos por robôs são aqueles mais adaptável à automação. Parece que quanto mais técnica a atividade, mais a tecnologia pode realizá-la. Em outras palavras, as máquinas trabalham com aplicações táticas.

Por outro lado, as profissões do futuro são aquelas que demandam um alto grau de imaginação, análise criativa e, acima de tudo, o pensamento estratégico. Estas são mais difíceis de automatizar.

Atelier  Humano e Desenvolvimento Humano

A criatividade não é só para os criativos. Na casa, pode-se trabalhá-la através da mistura de pensamentos complementares, seja como caminho para auto-organização interna, como também o foco e o desenvolvimento das funções executivas, através do coaching e perfil comportamental.

Antecipar e preparar pessoas para o futuro, e é a essência do Atelier Humano.